certificado SSL

Um Certificado SSL (Secure Socket Layer) consiste num código implementado no servidor onde está alojado o website que permite a encriptação de todo o conteúdo.

Um website com certificado SSL permite a transferência de dados entre o servidor e o dispositivo da pessoa a que o acede de forma encriptada, garantindo assim total segurança contra interceção de dados confidenciais por terceiros.

Tradicionalmente, este certificado é utilizado em websites que necessitem de garantir a segurança na manipulação e transferência de dados, como são o caso das lojas online, bancos e sites governamentais. No entanto, como vamos ver mais à frente, a sua utilização está a massificar-se e a tendência é para que a sua implementação se estenda à maioria dos websites, sejam eles um simples blog ou um website pessoal.

E existem fundamentalmente 5 razões para a implementação destes certificados ser considerada:

 

1. SEGURANÇA DE DADOS

Como vimos anteriormente, esta é a principal razão e também a mais óbvia.

Para além da proteção à troca de dados, o SSL ajuda a evitar a prática de phishing, um crime informático cada vez mais comum e que acontece quando hackers enviam emails a imitar comunicações oficiais de instituições como bancos, seguradoras ou mesmo para questões judiciais.

Nestes casos, existem duas formas possíveis de ataque: quem comete o crime pode incluir um link no email para os websites falsos que vão executar o ataque (fazendo passar-se pelo site oficial) ou podem, de uma forma mais avançada e complexa, utilizar o próprio site oficial de uma instituição ou de uma empresa como meio para copiar as informações trocadas durante a transação. Nos dois casos citados, o SSL pode proteger tanto o cliente como a empresa atacada.

 

2. CONFIANÇA

Cada vez mais as pessoas estão sensibilizadas para as questões da segurança na Internet e, no momento de comprar algo ou subscrever um serviço online, a decisão de onde o fazer de forma segura e responsável é cada vez mais um fator determinante.

Pelo que, se um cliente chegar ao teu website e o browser o avisar de que não é seguro, é bastante provável que procure alternativas que lhe ofereçam mais garantias, mesmo que tenha de pagar mais por isso.

 

3.PAGAMENTOS

Se tens um negócio em que o pagamento online é fundamental, o SSL é recurso indispensável para que consigas oferecer mais opções de pagamento aos teus clientes.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela Paypal, mais de 80% dos utilizadores utilizam cartões de crédito para pagar as suas compras online com segurança. O uso do cartão de crédito proporciona não só o acesso a pagamento parcelados e sem juros, como existe uma segurança inerente associada ao seu uso.

No entanto, a maioria das operadoras de crédito requerem um certificado SSL instalado no website para que seja possível integrar com os seus sistemas e plataformas, pelo que se não for o teu caso, esta pode ser uma enorme limitação para ti.

 

4. OPTIMIZAÇÃO SEO

Desde 2014, o SSL foi anunciado como um dos factores que beneficiam o posicionamento dos sites e a partir de janeiro de 2017, a Google começou mesmo a penalizar os websites não seguros face aos que têm um certificado SSL. O Google Chrome, por exemplo, rotula as páginas HTTP com campos de formulário de senha ou cartão de crédito como “não seguros”, face à sua natureza particularmente sensível.

Nas próximas versões, continuarão os avisos HTTP, rotulando as páginas HTTP como “não seguras” no modo de navegação anónima, onde os usuários podem ter expectativas mais altas de privacidade. Eventualmente, esta prática irá estender-se a todas as páginas HTTP como não seguras e alterar o indicador de segurança HTTP para o triângulo vermelho que é usado para HTTPS sem certificado.

 

5 – OPTIMIZAÇÃO ANALYTICS

Sites que não usam https perdem os dados sobre o tráfego que recebem.

Se um website utiliza com navegação segura, usa um link de referência para um site não seguro, as ferramentas de análise como o Google Analytics irão interpretá-lo como um acesso direto, ou seja, como se alguém tivesse inserido o website na barra de endereços. Isto acontece porque os sites http não podem receber dados de referência a partir de sites https. No entanto, já o https recebe do http, pelo que se o teu website utiliza um certificado SSL, serás capaz de ver esses dados de referência, independentemente de quem visita o teu website vir ou não de um site seguro.

 

Existem vários tipos de certificados e o seu custo varia com o grau de segurança.

Para saberes mais, contacta-nos e nós explicamos tudo 😉

 

5 razões para instalar um Certificado SSL no teu site

Comentários


Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *